Reishi – Psoríase

Reishi – Psoríase

psoriaseGanoderma , também conhecido como Reishi , é um cogumelo amargo que é muito popular na Medicina Tradicional Chinesa. O Ganoderma cresce em regiões montanhosas Humidas . Um extrato deste cogumelo pode ser uma forma de tratar a Doença de Pele Psoríase . A Universidade de Maryland Medical Center ( UMMC ) sugere que a utilização deste suplemento pode ajudar com doenças  associadas com a Psoríase , mas existe ainda pouca investigação clínica que demonstre este benefício.
O Que É A Psoríase?

A Psoríase é uma doença de pele que perturba o ciclo de vida das células . De acordo com MayoClinic.com ,os  linfócitos T ( células T ) viajam através do corpo para lutar contra invasores(Vírus)  e infecções. Se você tem Psoríase , as células T atacam a pele saudável.

O resultado é um ciclo de crescimento de novas células da pele muito rapidamente. Este crescimento impede que a pele morta se descame á velocidade normal . Essencialmente, a nova pele cresce ao longo de idade.

Os Sintomas da Psoríase incluem manchas vermelhas na pele que parecem ter escamas prateadas . A pele pode tornar-se seca e parte-se ao longo do tempo . As vítimas de Psoríase podem ter as unhas grossas que também racham e ficam doloridas . É na parte das unhas  que  o Ganoderma pode oferecer mais alívio.

Ganoderma e a Psoríase

Ganoderma lucidum, ou cogumelo Reishi , é uma erva que pode ter uma série de benefícios medicinais. O especialista em Botânica Tom Volk , da Universidade de Wisconsin relatou que os comerciantes de produtos que contenham Ganoderma Biológico deveriam chamá-lo de “Remédio Cura Tudo” .

Estes fabricantes afirmam que um extracto de cogumelo pode funcionar como um tratamento para o HIV , Cancro, problemas de tensão arterial , a diabetes , reumatismo e úlceras , para citar apenas alguns.

Como um Tratamento para a Psoríase , o extracto de fungos pode funcionar para impedir a proliferação de células e como analgésico , para reduzir a dor. Volk explica que os estudos realizados em animais de laboratório mostram que esta erva pode fornecer algum alívio analgésico , mas estudos em humanos confiáveis ​​não existem.