Top 5 Feridas Emocionais Que te Afetam Toda a Vida

e

Todos nós temos feridas emocionais. Estas são formadas na nossa primeira infância, em função da dinâmica relacional que temos com os nossos principais cuidadores. Ao longo da vida, estamos sempre a reproduzir, repetidamente, situações que nos aproximam dessa ferida.

É a necessidade inconsciente de repetir o padrão. Isso preenche uma necessidade de nos sentirmos seguros, para nós como seres humanos.

A repetição de comportamentos está relacionada à sobrevivência. Fazemos as coisas que sabemos, as coisas familiares.

Usamos, justamente, os mecanismos de defesa que criamos quando crianças e que nos permitiram enfrentar, da melhor forma possível, as primeiras experiências que poderiam nos causar dor.

Inquestionavelmente, cada um de nós teve suas próprias experiências, esteve imerso num sistema familiar único, dentro de normas sociais e culturais específicas.

Portanto, cada um de nós tem uma forma particular de administrar as situações que a vida apresenta.

Seria simplista rotular e embrulhar numa caixa e fingir que todos nós experimentamos a mesma coisa. No entanto, existem 5 feridas emocionais que todos nós, como seres humanos, compartilhamos.

Com cada ferida, há também um mecanismo de defesa que criamos para gerenciá-la.

Parece contraproducente que, para evitar a todo custo que nosso medo se torne realidade, o que fazemos, na verdade, é perpetuá-lo. E, assim, criamos situações repetitivas em que revivemos nossa ferida, até que possamos compreendê-la e transcendê-la.

As 5 feridas vivem dentro de cada um de nós. Dependendo de cada caso, pode haver uma mais forte que outra. Ou, talvez, pode haver duas que são igualmente importantes.

O importante é ter uma compreensão mais ampla que nos leve a nos conhecermos melhor. Saber que o que vivemos quando crianças continua a nos afetar hoje e que estar ciente disso é o primeiro grande passo para a cura.

Emoção 1 – Medo do Abandono

Esta ferida está relacionada a crianças que sentiram profunda solidão. É criado, geralmente, entre 0 e 3 anos de idade.

Talvez um dos pais não estivesse presente, ou, mesmo estando fisicamente, havia uma grande barreira emocional, que não permitia que a criança sentisse sua presença plenamente.

Geralmente ocorre predominantemente com o genitor do sexo oposto. A sua máscara ou mecanismo de defesa é a dependência.

Isto os torna emocionalmente dependentes de seus parceiros e de seu círculo mais próximo. Eles sentem que eles realmente não podem se gerenciar por si mesmos.

Emoção 2 – Medo da Rejeição

É gerado desde o momento da concepção, até o primeiro ano de idade. Vive-se, principalmente, com o genitor do mesmo sexo.

O sentimento é de não aceitação, sentindo que não são totalmente aceitos pelo cuidador. Isto pode acontecer por motivos masculinos, por exemplo, quando a mãe acabou de dar à luz e sente muita dor e não consegue segurar o bebê, ou no caso de uma depressão por parte dos pais.

A mascara é fugir. As pessoas com esta ferida podem se isolar, ou quando são rejeitadas na vida adulta, tendem a fazer um corte definitivo ou desaparecer.

Emoção 3 – Medo da Traição

Origina-se entre 2 e 4 anos de idade. A criança sente que o seu cuidador a decepcionou. Que ele não pode confiar nele, que ele não correspondeu às expectativas.

A máscara ou mecanismo de defesa é o controle. As pessoas com essa ferida sentem uma grande necessidade de controlar tudo ao seu redor.

Eles têm dificuldade em confiar nos outros. Tentam impor seu ponto de vista e não toleram as mentiras dos outros.

Emoção 4 – Medo da Humilhação

É gerado entre o primeiro e o terceiro ano de vida. Eles tiveram uma experiência de frustração em relação ao prazer. A impossibilidade de desfrutar plenamente.

A máscara deles é o masoquismo. Eles colocam as necessidades dos outros antes das suas. Eles têm uma atitude muito útil.

Eles entram em pânico com o prazer porque temem que as emoções possam transbordar.

Emoção 5 – Medo da Injustiça

Ocorre entre 4 e 6 anos de idade. Eles sentiram que o desenvolvimento da sua individualidade foi totalmente restringido. Eles experimentaram frieza e insensibilidade por parte de seu cuidador. Geralmente, o pai do mesmo sexo.

A sua máscara é a rigidez. Eles precisam viver em um mundo perfeito, onde não há espaço para a dor. Eles tendem a bloquear sua sensibilidade. E eles são muito exigentes consigo mesmos.

Dicas para curar as feridas emocionais

Dá passos de bebê. Tentar fazer muitas mudanças de uma só vez pode sair o tiro pela culatra. Tu podes ficar sobrecarregado ou te sentires um fracasso se definires expectativas irreais. E mudanças dramáticas são muitas vezes insustentáveis.

Fazer micro-mudanças pequenas, manejáveis, mudanças incrementais criam sentimentos de sucesso, esperança e encorajamento que são importantes para te levar ao longo do teu processo de cura.

Lembra-te de que tu não precisas de te curar a 100% para melhorar a qualidade da tua vida. Muitas pessoas acreditam erroneamente que a cura emocional é tudo ou nada. Novamente, essa crença pode ser desanimadora e esmagadora. Mas o mais importante, não é preciso ser assim.

Qualquer quantidade modesta de cura melhorará a tua qualidade de vida. Dá um passo de cada vez e notarás pequenas melhorias no teu humor, capacidade de lidar com gatilhos, relacionamentos, autoestima e capacidade de concluir as tuas atividades diárias.

Sê paciente e persistente. A cura dá muito trabalho. Precisamos ser pacientes e permitir o tempo necessário para obter novos insights e habilidades. E precisamos ser persistentes e continuar mesmo quando fica difícil, estar dispostos a tentar novas abordagens e nos desafiar de novas maneiras.

Clica aqui para veres o video que fiz no Facebook com mais dicas.

Recomendações

Refina a Tua Saúde

  1. Excelente Fonte de Poderosos Antioxidantes
  2. Melhora a Função Cerebral e Bem Estar
  3. Ajuda Com Inflamações
  4. Ajuda a Travar o Declínio Cognitivo
  5. Ajuda na Concentração Mental
  6. Ajuda no Cansaço e Stress
  7. Ajuda a Memória e Foco
  8. Ajuda a Melhorar Circulação Sanguínea Como Vasodilatador
  9. Ajuda o Corpo Durante os Períodos Menstruais
  10. Ajuda na Qualidade do Sono
  11. Ajuda a Melhorar a Libido
  12. Ajuda na Função Imunitária
  13. Ajuda na Eliminação de Radicais Livres e Toxinas

0 Comments

Submit a Comment

Your email address will not be published.

Melhores 8 Comidas Vermelhas Para Melhorares o Teu Sangue

Melhores 8 Comidas Vermelhas Para Melhorares o Teu Sangue

Se sentes entusiasmo pela vida, gostas de ter a melhor aparência e de viver uma vida ativa, com certeza já ouviste falar de comidas vermelhas, certo? Em suma, muitas das principais frutas e vegetais da natureza que sustentam um coração saudável, saúde circulatória e...

1913 – A Morte Das Curas Naturais – Como Tudo Começou

1913 – A Morte Das Curas Naturais – Como Tudo Começou

,A morte das curas naturais começou em 1913. Mas já lá vamos. Primeiro, Tu tens alguma dúvida de que o café é um estimulante? Nenhuma, certo?! Segundo, E que a camomila tem propriedades que acalmam? Nenhuma, aposto. Muitos dos remédios que a gente toma, também, têm...

.

Serie de 3 Videos Grátis

Sucesso! Acabei de te enviar o primeiro vídeo para o teu email.

Pin It on Pinterest

Partilha isto

com os teus amigos